Páginas

julho 04, 2013

Estamira: a mulher que criou Deus

 (...e reinventou os homens em formato par/ ímpar)

Lucidez delirante, sabedoria sem fim. A mulher que os psicanalistas amam citar, os cineastas, poetas, artistas, psicólogos e uma renca atrás de Estamira. Me pergunto se ela ainda está no lixão de Gramacho...

Mais ou menos Deleuze, e mais deleite.

“Eu sou a visão de cada um. Ninguém pode viver sem mim. A minha missão, além de eu ser Estamira, é revelar a verdade... Capturar a mentira e jogar na cara. Ensinar a eles o que eles não sabem.” 

"Tem o controle remoto superior natural, e tem o controle remoto artificial. O controle remoto é uma força quase igual assim, mais ou menos igual à luz, à força elétrica, a eletricidade, sabe. Agora, é o seguinte, no homem, na carne e no sangue tem os nervos. Os nervos da carne sanguínea vem a ser os fios elétricos". 

“Não tem mais inocente... Tem esperto ao contrário.”

“O espaço inteiro é abstrato. O que se vê lá em cima é só reflexo do que está aqui embaixo.”

“Que Deus é esse? Não é ele que é o próprio ‘trocadilo’? Ele e sua quadrilha...”

  
“Eu sou ‘formato homem par’, que são as ‘mãe’

“A Terra falava, agora ela tá morta. A morte é dona de tudo”

“ Todos os homens têm que ser iguais, tem que ser comunistas... tem que ter ‘igualidade’.”

“Tudo o que é imaginário,
existe, tem, é.”

"Sou louca, sou doida, sou maluca, sou azougada. Sou essas quatro coisas. Porém, lúcido e ciente sentimentalmente"

"Vocês não aprendem na escola. Vocês copiam. Vocês aprendem é com as ocorrências. Eu tenho neto de 2 anos que já sabe disso. Tenho de 2 anos, que ainda não foi à escola copiar hipocrisias e mentirar charlatais" 

"Os home tão pior que um quadrúpulus! É a decepção de todos os espaço. É a decepção de quem revelou o homem como único condicional"

 "Foi combinado alimentai-vos o corpo com o suor do próprio rosto, não foi com sacrifício. Sacrifício é uma coisa, agora, trabalhar é outra coisa. Absoluto. Absoluto. Eu, Estamira, que vos digo ao mundo inteiro, a todos, trabalhar, não sacrificar."  


“Tempo eterno é tempo infinito, mas tem o além e o além do além. Nenhum cientista foi até o além, quanto menos no além do além. Para mim, tudo o que nasce é nativo, isto é, natal”.

"Me trata com teu trato, que eu te devolvo o teu trato!"

"Eu sou a beira do mundo"

"19-3 pois! 19-3 pois! Câmbio, Exu" 




Um comentário:

  1. Estamira é um símbolo. Um símbolo de infinitos significados, representações das múltiplas facetas que o ser como humano pode carregar em si tanto do ponto de vista mental, social, biológico, animal . No corpo, na fala, no transtorno, na lucidez, de sua palavras ela habita o além dos limites . E é nesse além, aquele lugar onde a maioria teme chegar, é que ela está, é que ela vive. E não falo do lixão não. Falo de sinceridade, da coragem de escancarar nossas mazelas, nossos egoismos, nossos mistérios, nossos medos,nossas injustiças.Instiga, é um grande exercício de empatia ouvi-la. Pois em seu discurso “lúcido - deslúcido”’ ela vai desnudando essa ilusão existencial que carregamos em nós de que é possível viver uma vida de previsibilidade, de total controle daquilo que pensamos.

    ResponderExcluir