Páginas

setembro 09, 2013

¨A sensação de ter abocanhado o futuro.
Talvez pela parte doce da fantasia...
Então, esse futuro em segundos, é um encontro com um destino já traçado¨.  


Um comentário:

  1. Sou suspeito para concordar com tal dito, porque me inspira a relação de linearidade de espaço-tempo entre presente, passado e futuro. Gosto da brevidade do passado, quando se estabelece em minha mente como uma rara lembrança. Gosto demais do alongar do futuro, que como uma colcha de retalhos pode ser retrabalhada, reinventada. Do presente, não. Não gosto. Só vivo, porque para gostar precisaria ter a dimensão do quanto eu sou eu a mais do que sinto em cada segundo respirado!

    ResponderExcluir