Páginas

setembro 17, 2013

Eco e Reencontro

E quando a gente passa muito tempo, falando consigo mesmo, achando-se louco, enlouquecendo-se, não porque queira realmente. Mais porque não encontra ouvidos sensíveis nessa escuta, em que falamos e as respostas são todas dissonantes do que dizemos, respostas que não interpretaram nossa voz interior, nossa palavra se perde em ecos solitários, ouvidos pouco receptivos. Quando há afinação na escuta, há reencontro, há transmissão sentida, reinventada dentro do outro. A perspectiva dos múltiplos reencontrados.
 

Devo lembrar-me do Christopher McCandless, sozinho na Natureza Selvagem, antes de morrer, reflete sua condição,  "felicidade só é verdadeira quando compartilhada".

Um comentário:

  1. Graciosa reflexão Sol! :) Parabéns! Beijos,
    Lisandra

    ResponderExcluir