Páginas

outubro 14, 2013

O Teatro e seu Duplo

“Se a música age sobre as serpentes, não é pelas notas espirituais que elas lhes trazem, mas porque as serpentes são compridas, porque se enrolam longamente sobre a terra, porque seu corpo toca a terra em sua quase totalidade; e as vibrações musicais que se comunicam à terra o atingem como uma sutil e demorada passagem; pois bem, proponho agir para com espectadores como para com as serpentes que se encantam e fazer com que retornem, através do organismo, até as noções mais sutis.”
– ARTAUD, Antonin. O Teatro e seu Duplo. São Paulo: Martins Fontes, 2006. p.91
Teodora Taneva

Um comentário:

  1. Sensacional ler isto. Nunca havia entendido o processo da coisa e realmente achava curiosa a relação das serpentes com a música.

    ResponderExcluir