Páginas

abril 02, 2014

Numinoso

Em 1937, Jung escreveu sobre a experiencia do numinoso como;
      "Uma instância ou efeitos dinâmicos, não causados por um ato arbitrário da vontade.  Pelo contrário, ele arrebate e controla o sujeito humano, que é sempre antes sua vítima   que seu  criador. O numinoso - indiferentemente quanto à causa que possa ter - é uma experiência do sujeito, independentemente de sua vontade. O numinoso é tanto uma qualidade pertinente a um objeto visível, como a influência de  uma   presença invisível que causa uma pequena alteração da consciência. "

Nenhum comentário:

Postar um comentário