Páginas

maio 28, 2014

The Railway Man

Nunca encontrei um homem como Gandhi, como Mandela, ou como Sidartha Gautama. Esses homens só se encontram na História, poucos na vida. Ter honra, dignidade e bondade principalmente quando tudo desaba à sua volta, quando há tortura, fome, medo...Nada disso consegue destruir uma pessoa boa. Como eles não existem iguais.
Mas existem homens bons.  Bom, pra mim vai ser aquele que consegue tirar a amargura ou o rancor do coração, e puder trocá-lo por perdoar. Nenhuma raiva deve durar pra sempre. Por mais que você carregue isso contra alguém, é um peso que se carrega sozinho, e que só fere a si mesmo. É corrosivo. Por maior , ou mínima, injustiça que houver sido cometida, nenhuma vale esse peso. É uma sensação que me faz dizer isso, porque já vi amargura corroer. Por alguma razão, sei que se deixar esse peso, pode agir com honradez. Coração bom. Livre o peso.
Acredito que algum dia isso vai acontecer. Talvez não hoje ou amanhã. Um dia desses é possível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário