Páginas

novembro 15, 2015

( Das perguntas) escombros e avante...

Como Rimbaud, eu também tenho minhas perguntas..

"A quem devo me confessar
A quem devo pedir perdão
A quem buscar redenção
Que sacra imagem, nome ou força
devo temer, idolatrar?
A quem devo deixar meu sangue e minha vida escorrer
Por que ou por quem lutar
Qual relógio devo obedecer
Por que rua devo caminhar
Que coração devo partir
Que medo devo adquirir ou reprimir
Que prazer preciso ter ou evitar
Qual gênero devo escolher
A que banco devo me associar
Com qual venda devo meus olhos cobrir
Quais sons devo calar
E qual pergunta devo fazer
E qual resposta devo esperar
Que mentiras devo conservar
que caminho devo seguir
Que dor devo pisar
Qual autoridade devo atacar
Qual espelho preciso quebrar
E qual, quem, o que;
Por favor!
Devo me desculpar
por dia após dia, insistir
Em procurar por quem e a que lutar e amar
Por favor, a quem devo pedir
Paz e amor, a quem devo pedir compreensão e
A quem devo pedir um favor?
Por favor, Quem?"

Arthur Rimbaud, Une Season en Enfer



Nenhum comentário:

Postar um comentário