Páginas

dezembro 15, 2015

Asas do Desejo

"Quando a criança era criança, andava balançando os braços
desejava o riacho ser rio
que o rio fosse torrente
e essa poça o mar.
Quando a criança era criança, não sabia que era criança.
Tudo era cheio de vida, e a vida era uma só.
Quando a criança era criança, não tinha opinião.
não tinha hábitos, sentava-se de pernas cruzadas, saía correndo, tinha um redemoinho no cabelo, e
não fazia pose pra fotos"

Win Wenders, Asas do Desejo
''Enfim louca, não mais solitária.
Enfim louca,. enfim liberta.
Enfim louca, enfim em paz.
Enfim uma tola, uma luz interior."



                                   Asas do Desejo, Win Wenders, 1987.




















(Mas isso é o bobo, o trickster..!)